Curiosidades
28.ago.2018
Tamanho da Fonte: A- | A | A+

Como o síndico deve proceder em caso de inadimplência?

Saiba quais serão as providências do condomínio

Imagem Como o síndico deve proceder em caso de inadimplência?
Logo Copiar Blog Notícia

Um dos maiores desafios do síndico é zelar pelo bem-estar dos moradores e saber gerenciar as contas e obrigações do prédio. O profissional deve fazer cumprir a convenção, o regulamento interno e as determinações das assembleias, além de responder cível e criminalmente por todo o controle da verba oriunda das arrecadações condominiais.

"Muito além da gestão condominial, o síndico deve zelar pela responsabilidade moral e ética perante os vizinhos. Quero dizer que o síndico deve zelar pelo ambiente equilibrado e harmonioso entre os moradores. E um destes fatores de equilíbrio é o senso de justiça que sempre deve prevalecer", explica Dr.Hadan Palasthy, diretor da CreditCon.

O síndico é um dos profissionais que possui grande responsabilidade financeira sob o prédio. E de acordo com Dr. Palasthy, cuidar da inadimplência é uma das tarefas mais difíceis, pois mexe com o fluxo de caixa do condomínio.

Como o síndico deve proceder em caso de inadimplência?
  1. Antes de qualquer coisa, o síndico deve entrar em contato com o condômino a fim de verificar se não houve algum mal-entendido ou falha na cobrança;
  2. O próximo passo é tentar um acordo amigável durante, no máximo, 60 dias;
  3. Se após 60 dias não houver acordo, o caso pode ser enviado à cobrança cabível da administradora ou escritório externo de cobrança.

"Praticar o senso de justiça é fazer com que os bons pagadores não custeiem as despesas de vizinhos, os quais muitas vezes não estão sensibilizados com a inadimplência e continuam viajando ou trocando de carro, por exemplo. Estes comportamentos fazem com que os adimplentes se sintam ofendidos e o síndico deve observar para providências futuras", orienta o diretor para não expor os inadimplentes.

Fonte:
ZN Imóvel
O Portal de Imóvel da Zona Norte de São Paulo
www.znimovel.com.br/
Equipe de Jornalismo
Grupo de Portais Imobiliários
SP Imóvel
< Post Anterior
Por que ajuste fiscal é importante para o ramo imobiliário?
Próximo Post >
Caixa reduz juros do financiamento imobiliário