Mercado imobiliário
09.mar.2020
Tamanho da Fonte: A- | A | A+

Quais são os bairros com Apartamentos de Alto Padrão na Zona Norte?

Veja o valor do metro quadrado das unidades em 2020

Imagem Quais são os bairros com Apartamentos de Alto Padrão na Zona Norte?
Logo Copiar Blog Notícia

Com a retomada da economia e a queda histórica dos juros no país, o Mercado Imobiliário em São Paulo demonstra sinais de crescimento com o aumento das vendas dos imóveis na capital paulista e deixa para trás um ciclo de queda no setor com resultados negativos.


De acordo com uma pesquisa divulgada pelo Departamento de Economia e Estatística do Sindicato da Habitação (Secovi-SP), a maioria das regiões do Estado de São Paulo apresentou crescimento nas vendas entre janeiro e novembro de 2019 em comparação com o mesmo período do ano retrasado. Entre os destaques de vendas estão os Imóveis de Alto Padrão.


Na Capital, por exemplo, empreendimentos com quatro ou mais dormitórios, apresentaram crescimento de 135% nas vendas. Ao todo, foram 1.744 unidades comercializadas entre janeiro e novembro de 2019, contra 741 do mesmo período de 2018. 


Diante desse cenário, os Lançamentos Imobiliários de Apartamentos de Alto Padrão na Zona Norte de São Paulo destacam-se na região e apresentam grande procura.


O Portal ZN Imóvel mostra a média do custo do metro quadrado dos Apartamentos de Alto Padrão na Zona Norte de São Paulo. Tendo como base os Apartamentos com 3 Suítes ou 4 dormitórios e com 4 ou mais vagas na garagem, na Zona Norte de São Paulo à venda. 
 

Valor médio do metro quadrado dos 
Apartamentos de Alto Padrão
com 3 Suítes ou 4 dormitórios 
4 ou mais Vagas de Garagem
na Zona Norte de São Paulo
Bairro Valor m²
Alto de Santana / Santana R$ 8.300,00
Santa Teresinha R$ 8.530,00
Jardim São Paulo R$ 8.215,00
Água Fria R$ 6.900,00
Casa Verde R$ 7.600,00
Mandaqui R$ 6.250,00
Tremembé R$ 6.130,00
Horto Florestal R$ 5.800,00
Dados de Janeiro de 2020
Portal ZN Imóvel



O corretor de Imóveis, Paulo Bissoli, da Paulo Bissoli Negócios Imobiliários, está otimista com a retomada do mercado imobiliário dos Apartamentos de Alto Padrão na Zona Norte de São Paulo. 


Nos últimos anos houve poucos lançamentos de alto padrão. As construtoras lançaram mais imóveis compactos próximos ao metrô. E os apartamentos de Alto Padrão prontos foram aos poucos sendo vendidos. Existe uma demanda reprimida de clientes de alto padrão que deseja comprar apartamentos há alguns anos, mas ainda não converteram em compra por causa da confiança da economia do país. Desde o ano passado, já venho sentindo uma confiança um pouco melhor. Os gráficos da economia apontam para cima. Por isso, eu acredito na valorização dos imóveis, principalmente, de alto padrão. Justamente porque o estoque foi diminuindo aos poucos e não foi sendo reposto. E ao mesmo tempo, esses clientes de alto padrão querem realizar a compra. Ou seja, aumentou a procura e a oferta diminuiu. E isso faz com que os imóveis se valorizem”, explica Bissoli.


Entre as principais tendências para o mercado de Apartamentos de Alto Padrão na Zona Norte de São Paulo, o corretor define em duas palavras: Sustentabilidade e Tecnologia. 


As pessoas falam em sustentabilidade há anos. É preciso construir imóveis com materiais de selo verde, utilizar cada vez mais o reúso de água, contar com equipamentos sanitários eficientes que possuem baixo consumo de água, eletrodomésticos que economizam energia e água. Janelas com a maior abertura, dando entrada de iluminação natural  para economizar energia elétrica, pois aumenta a ventilação. Já no quesito tecnologia, é preciso prever internet no apartamento todo com tomadas USB. Se você comprar uma geladeira que se conecta com a internet será preciso contar uma infraestrutura pronta para isso. As construções terão que ter essas previsões para atender essa demanda que está chegando. O apartamento de alto padrão tem 4 vagas de garagem, pelo menos, uma vaga de garagem terá que ter uma tomada para carro elétrico”, explica Bissoli.


Ainda sobre as tendências dos Apartamentos de Alto Padrão na Zona Norte, o corretor de imóveis ressalta que é possível apartamentos com metragem reduzida, porém com estrutura de Prédio de Alto Padrão. 


O Alto Padrão não é sinônimo de tamanho. O Alto Padrão é sinônimo de padrão de construção, de acabamento, tecnologia, de níveis dos moradores que vão morar no prédio. O Alto Padrão  pode ser de 50 m², mas que tem um padrão de construção, de acabamento, uma arquitetura, tem uma fachada bonita, que tenha um paisagismo na área de lazer. Pode ter menos dormitórios, ter apenas um dormitório e uma vaga”, garante Bissoli.


Outro nicho de mercado que também tem grande procura são as Coberturas na Zona Norte de São Paulo. “A cobertura ao mesmo tempo custa mais cara e vai atingir um público mais restrito de poder. Um comprador de cobertura é um comprador específico. Ele quer a cobertura e ponto. Ele quer cobertura porque não quer ninguém morando em cima dele para não ter barulho, para ter mais privacidade, ele quer ter uma área de lazer, um terraço maior, churrasqueira, vista panorâmica, então ele é um cliente específico”, conta Bissoli.


Mesmo o perfil do comprador de Alto Padrão, aqueles que procuram as coberturas, se importam com o valor do condomínio e impacta na decisão final da compra. “Hoje, todos se importam com o valor do condomínio. Há 20 anos, ou 30 anos, talvez quando começaram a surgir os prédios de alto padrão aqui em Santana, ninguém me perguntava de valor de condomínio e IPTU. As pessoas queriam morar no Apartamento de 1 por andar, porque desejam ter espaço, conforto, padrão de qualidade. Nos últimos anos, mesmo o cliente que tem condição de pagar, não quer pagar um condomínio alto. Percebo que tem cliente que pagaria aquele valor de condomínio tranquilamente, mas se o valor estiver acima do que está disposto a pagar, não compra aquele imóvel por conta do valor alto do condomínio. Por isso, nos últimos anos, as construtoras também acabam optando por lançar dois apartamentos por andar, pois assim reduz o valor de condomínio e o rateio é maior.


Com mais de 30 anos de experiência no ramo imobiliário, Bissoli aponta que os compradores de alto padrão são exigentes em relação aos bairros tradicionais da Zona Norte, como Santana e Santa Teresinha. 

Hoje todo mundo é exigente. Não tem mais ninguém que não seja exigente. Os clientes da zona norte são mais tradicionais e conservadores que na zona sul e oeste, por exemplo. Lá, um cliente do Paraíso vai para Pinheiros. Mas os clientes da Zona Norte não são assim. Eles querem determinados bairros e pronto. O cliente de Santana não vai para Vila Maria, Vila Guilherme, Tremembé. As pessoas se restringem mais hoje a Santana e Santa Terezinha, por causa da distância do centro de São Paulo, das vias de acesso, como a Marginal do Tietê. Os clientes querem ter acesso mais rápido.”


Sobre a Paulo Bissoli Negócios Imobiliários – Paulo Bissoli atua no mercado imobiliário mais de 30 anos e já passou por renomadas empresas do setor, como a E.B.I, Mirantte e Fernandez Mera. Após sua longa experiência na área, o corretor enxergou no segmento um enorme potencial e fundou em 2012, a Paulo Bissoli Negócios Imobiliários, especializada em venda de Apartamentos de Alto Padrão, Coberturas, andares corporativos e salas comerciais em Santana e bairros próximos. 


Caso você esteja pretendendo vender a sua Casa ou Sobrado na Zona Norte, SP. Ofereça o seu Imóvel Gratuitamente no Portal ZN Imóvel. Após cadastrados as imobiliárias conveniadas ao Portal, principalmente as Imobiliárias da Zona Norte de São Paulo, farão a intermediação da venda, dando mais segurança jurídica ao negócio.


 

 

 

Fonte:
ZN Imóvel
O Portal de Imóvel da Zona Norte de São Paulo
www.znimovel.com.br/
Equipe de Jornalismo
Grupo de Portais Imobiliários
SP Imóvel
< Post Anterior
Qual é o melhor Financiamento Imobiliário da Caixa em 2020?
Próximo Post >
Caixa lança crédito imobiliário com taxa de juros fixa