Mercado imobiliário
14.mar.2018
Tamanho da Fonte: A- | A | A+

Por que comprar imóvel demanda confiança?

Conjuntura econômica tem forte influência no ramo mobiliário

Imagem Por que comprar imóvel demanda confiança?
Logo Copiar Blog Notícia
Os sinais de que o mercado imobiliário se ajustou e começa a se recuperar são cada vez mais evidentes, como a queda da inflação, diminuição da taxa de juros, crescimento do PIB e os avanços nos índices de confiança dos empresários e dos consumidores.

Esses são os indicadores que mostram a recuperação da economia. Pois os juros elevados encarece a parcela do financiamento. Além disso, a inflação alta, desemprego e restrição do crédito estão entre os principais fatores que fazem com que os consumidores adiem a decisão da compra do próprio imóvel.

Por outro lado, o déficit habitacional é muito grande no país. A moradia é uma necessidade básica na vida. Como por exemplo, as pessoas sonham com a casa própria. Tem aqueles que vão se casar e vão sair da casa dos pais e buscam o seu próprio lar. Tem o casal que se separa e uma das partes precisa de um novo lugar para morar e tem aqueles que a família vai aumentar com a chegada de uma criança e muitas vezes precisam de uma casa maior. 

E comprar imóvel é uma atividade que demanda confiança, pois, normalmente, é uma aquisição que as pessoas fazem ao longo da vida e que leva cerca de 20 a 30 anos para quitar o saldo do financiamento imobiliário. E à medida que a economia se recupera, o consumidor se sente mais seguro para investir em imóveis. 

Mas na hora de financiar um imóvel é preciso ter cautela, atenção, analise de uma série de detalhes e o mais importante: planejamento financeiro. "Os interessados em investir na casa própria precisam lembrar que é uma compra de longo prazo e que mesmo tendo muito dinheiro disponível gera custos de mudança, de alteração de endereço e desgaste com transferência de correspondência. Por isso, o planejamento é fundamental. E para quem vai financiar é importante saber antecipadamente quais são as condições, o que é preciso, renda mínima, entrada, documentos, taxas e etc", orienta a consultora financeira do Site Minhas Finanças em Ordem, Suyen Miranda.

O educador financeiro e fundador da Gestão Financeira Criativa (GFC), Victor Lavagnini, ressalta a importância do planejamento financeiro. "Na hora de financiar um imóvel, o primeiro e mais importante passo é se planejar para isso. Muitas vezes há uma falsa ilusão com o valor da parcela, ela pode parecer ter um valor pequeno, porém, é importante ver o prazo do financiamento e multiplicar esses dois valores para chegar ao valor total tomado emprestado, pois ele acaba sendo bem maior do que o valor do imóvel propriamente dito. Isso acontece pelo impacto dos juros, qualquer linha de crédito. Portanto, antes de tomar qualquer decisão, é importante por na ponta do lápis o custo de cada alternativa dessas e, no caso de um financiamento, prepara-se desde já para pagamento das parcelas mensais por um longo prazo."

É muito importante se informar corretamente com o banco, pois existem diversos detalhes e exigências que variam de acordo com cada perfil. E com um bom planejamento é possível realizar esse sonho. 

Fonte:
ZN Imóvel
O Portal de Imóvel da Zona Norte de São Paulo
www.znimovel.com.br/
Equipe de Jornalismo
Grupo de Portais Imobiliários
SP Imóvel
< Post Anterior
Conheça as opções de financiamento da Caixa
Próximo Post >
Como a consultoria de decoração pode ser útil?