Mercado imobiliário
26.jul.2016
Tamanho da Fonte: A- | A | A+

Crédito Imobiliário soma R$ 4,3 bilhões

Esse é o segundo melhor resultado do ano

Imagem Crédito Imobiliário soma R$ 4,3 bilhões
Logo Copiar Blog Notícia
Os financiamentos imobiliários concedidos com recursos da poupança somaram R$ 4,3 bilhões em junho segundo dados da Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip). Esse foi o segundo melhor resultado do ano, com aumento de 9,5% em relação a maio quando somou 3,9 bilhões. Já no mesmo período do ano passado, o volume foi 27,3% menor.


 















De acordo com o Abecip, Apesar dos primeiros meses do ano serem sazonalmente com menor atividade, o segundo trimestre de 2016 apresentou uma ligeira melhora nos financiamentos imobiliários (no SBPE), com aumento de 7% nos valores contratados.

No primeiro semestre de 2016, os financiamentos imobiliários atingiram R$ 22,6 bilhões, montante de 49,5% menor que o registrado no mesmo período de 2015, quando somou R$ 44,8 bilhões. 

Entre janeiro e junho, foram financiados 100,5 mil imóveis, ou seja, 49,7% menos do que o mesmo período do ano passado, quando foram financiados 199,9 mil unidades.

Mesmo diante das quedas apresentadas, a entidade acredita em sinais de recuperação do mercado imobiliário. "Não imaginamos que o primeiro semestre seria tão duro como foi. O mercado começa apresentar uma melhora, como a queda da inflação. A Caixa também divulgou mudanças no teto do financiamento", declara Gilberto Duarte de Abreu Filho, presidente da Abecip.

Na semana passada, a Caixa Econômica Federal anunciou novas condições de financiamento habitacional para as operações com recursos de poupança. No Sistema Financeiro Imobiliário (SFI), o valor máximo dos imóveis que podem ser financiados pelo banco passou de R$ 1,5 milhão para R$ 3 milhões. 

A entidade também elevará a cota de financiamento do SFI, usado para imóveis de valor superior a R$ 750 mil, de 70% para 80% nos imóveis novos, e de 60% para 70% no caso de unidades usadas.


Fonte:
ZN Imóvel
O Portal de Imóvel da Zona Norte de São Paulo
www.znimovel.com.br/
Equipe de Jornalismo
Grupo de Portais Imobiliários
SP Imóvel
< Post Anterior
O futuro do Ceagesp pode ser a Zona Norte
Próximo Post >
Zona Norte é a segunda região em Vendas