Mercado imobiliário
06.abr.2017
Tamanho da Fonte: A- | A | A+

"A São Paulo que queremos", por João Doria

Doria lista 5 pontos para uma boa gestão e mudar a cidade

Imagem "A São Paulo que queremos", por João Doria
Logo Copiar Blog Notícia

O prefeito de São Paulo, João Doria, marcou presença no Summit Imobiliário 2017, realizado na última terça-feira, 4 de abril, no Instituto Tomie Othake, em Pinheiros, zona oeste de São Paulo.

Na ocasião, o prefeito fez um discurso voltado para "A São Paulo que queremos". Doria listou cinco pontos importantes para a transformação da cidade de São Paulo. Confira a apresentação completa.

"Quero falar de otimismo que já se vê no mercado imobiliário. Os números e pesquisas indicam que este ano será de estabilidade com grandes perspectivas de crescimento. O Brasil vai melhorar. Isso é fato.

Listei cinco pontos importantes daquilo que estamos fazendo na transformação da cidade de São Paulo:

ícone visão 360

1. SÃO PAULO GLOBAL
É preciso olhar São Paulo de uma forma Global. São Paulo tem que ser a maior capital do mundo, a maior do País. Aqui é uma cidade de todos. Ter uma visão Global significa ter uma capacidade de olhar 360º. Se não tivermos essa capacidade de olhar para aqueles que são mais fortes e mais humildes nós não vamos mudar o Brasil. Essa mudança passa por uma política social consistente. Cabem aqueles que são gestores garantir o amanhã de sossego e de equilíbrio social no país.

Quem elege é o povo. Quem estabelece a condição daquele que vai ou não governar é a população e a maioria são as pessoas pobres e humildes. O melhor que se pode dar para essa população é o trabalho e dedicação. É lembrar que eles existem. E para eles, a política pública deve ser priorizada. Então, o olhar de São Paulo é Global, mas é ao mesmo tempo, um olhar local, a competência de olhar para os bairros mais pobres, mais fragilizados de forma prioritária.

ícone modernidade

2. MODERNIDADE
Não ter medo de inovar e de transformar. É isso que muda uma cidade, um estado, uma religião e um país. Não sou político, respeito todos, afinal sou filho de um, mas sou gestor e fui eleito da maior cidade do País para ser gestor. E por que fui eleito? Porque fiz uma campanha com propostas inovadoras e o que eu prometo eu cumpro. Importante ter planos de metas, mas independente disso, quando se promete se cumpre. E modernidade é algo que pode transformar a vida de uma cidade. Modernidade é capacidade de gestão.

ícone agilidade

3. AGILIDADE
O poder público perdeu o senso de urgência. Nada é para já. Tudo é para amanhã ou outro dia. A população cresce com dificuldade e precisa de tratamento de saúde, creche, habitação, transporte público, alimentação e educação. É preciso pensar em um futuro melhor. É preciso criar oportunidades, gerar crescimento econômico. Por isso é necessário mudar.

Não tenho problema em inovar, principalmente, porque não sou candidato à reeleição, não sou político, não almejo nada. Almejo ser um bom prefeito da cidade de São Paulo. E para isso, farei tudo àquilo que será necessário. Com apoio do governo legislativo, executivo e com a compreensão do judiciário para transformar e agilizar os procedimentos.

ícone sensibilidade

4. SENSIBILIDADE
Eu não preciso ser político para ter sensibilidade, basta ser humano para ter sensibilidade. A mesma sensibilidade que tive durante a campanha, que, aliás, ao invés de fazer uma campanha para destruir os adversários, fiz para construir o meu conhecimento, minha capacidade de entender as necessidades da população. Visitei várias vezes a periferia da de São Paulo. Foram horas e horas de conversas e diálogos para entender os problemas da população mais humilde, mais sofrida da cidade e outras áreas de São Paulo. Eu governo para todos.

 
ícone atividade

5. ATIVIDADE
Trabalhar muito com esforço, capacitação, energia e confiança. O trabalho é coletivo. Aprendi a minha vida inteira com o meu pai e com a minha mãe: acordar cedo e dormir tarde. Aliás, na Prefeitura, sábado e domingo são dias normais. Chego às 7h e já teve vezes que cheguei 5h30. Isso é fazer gestão pública. Conhecer os problemas das pessoas como são na realidade, no dia a dia. Isso ajuda a ter a sensibilidade, capacidade e, sobretudo utilidade. A Prefeitura de São Paulo não tem dinheiro, mas não justifica a imobilidade, não justifica dizer "Não tenho, não tenho". A população tem expectativa que alguém resolva o seu problema.

Essa é a nova São Paulo que queremos. Essa é a São Paulo que quero oferecer aos que me elegeram ou não, pois tenho que governar para todos.

Aí está à responsabilidade de vocês do mercado imobiliário, que também atuam na engenharia, mercado da construção civil, planejamento, arquitetura. Vocês são transformadores. Sejam audaciosos e acreditem nos valores que aprenderam com os seus pais. Tenham confiança e lutem pelo sucesso de vocês e do País.

O Brasil não precisa de um herói salvador. O Brasil precisa de um povo unido em todas as suas etapas e fases. E com isso, nós teremos a certeza absoluta, que neste país, só terá uma única bandeira: a bandeira brasileira."

Fonte:
ZN Imóvel
O Portal de Imóvel da Zona Norte de São Paulo
www.znimovel.com.br/
Equipe de Jornalismo
Grupo de Portais Imobiliários
SP Imóvel
< Post Anterior
Moradia popular é objetivo do Governo de São Paulo
Próximo Post >
Única oportunidade para compra de imóveis